Eletrobras

Responsabilidade Social

| ​Portal da Eletrobras > Responsabilidade Social​ > ​Equidade de Gênero e Raça e Diversi​dade

​Equidade de Gênero e Raça e Diversi​dade

A busca pela igualdade de oportunidades para todas as pessoas – independente de sexo, cor, etnia, idade, orientação sexual, origem social, capacidade física ou mental – é um dos nossos compromissos com o respeito aos direitos humanos e a não discriminação. Esse compromisso está expresso no Código de Ética e de Conduta das Empresas Eletrobras​ e nas nossas diretrizes de responsabilidade social​.
 

Equidade de Gênero e Raça

Todas as nossas empresas integram o Comitê Permanente para Questões de Gênero do Ministério de Minas e Energia e Empresas Vinculadas, possibilitando a unificação de políticas, o compartilhamento de experiências e o desenvolvimento de práticas voltadas para questões de gênero.
 

Essa integração é reforçada pelo Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, uma iniciativa desenvolvida pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) com a parceria da ONU Mulheres e da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Atualmente em sua 6ª edição, o Pró-Equidade de Gênero e Raça tem por objetivo a equidade de gênero e raça no mundo do trabalho, com ênfase em três pilares:
 

1. Promoçã​o da cidadania e combate à discriminação no acesso, remuneração, ascensão e permanência no emprego de mulheres e homens;

2. Compromisso com a equidade de gênero e raça, priorizando a gestão de pessoas e a cultura organizacional da empresa/instituição;

​3. As organizações podem adotar boas práticas laborais com critérios de equidade de gênero e raça como oportunidades para melhorar a gestão empresarial/organizacional e fomentar a inovação tecnológica, a economia, a produtividade e a eficiência de bens e serviços de qualidade.
 

Com o apoio da SPM, nossas empresas desenvolvem internamente o programa por meio de um plano de ação traçado e pactuado com a Secretaria, visando ampliar o conceito de responsabilidade corporativa a partir da incorporação da equidade de gênero e da não discriminação, conceitos relevantes para as nossas práticas de sustentabilidade. Conheça o Plano de Ação da Eletrobras para a 6ª edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça​.​
 

Dentre as ações implantadas, citamos o Canal de Gênero, criado em parceria com a Ouvidoria. Voltado para o público interno, ele recebe, de forma sigilosa, comentários e denúncias de empregados(as) sobre assédio moral e sexual ou quaisquer outras formas de discriminação.
 

Com o objetivo de contribuir para a valorização e o empoderamento das mulheres, em agosto de 2010 aderimos aos sete Princípios de Empoderamento das Mulheres, reforçando assim o nosso compromisso com a equidade de gênero e com o respeito aos direitos humanos. Os Princípios de Empoderamento das Mulheres são resultado de uma parceria entre a ONU Mulheres e o Pacto Global da ONU, do qual somos signatários.
 

Acesse alguns de nossos documentos e cartilhas com temas voltados para a valorização e ​o empoderamento das mulheres:
 

Cartilha sobre os Princípios de Empoderamento das Mulheres

Cartilha sobre a Lei Maria da Penha

Cartilha sobre Saúde Emocional da Mulher

Folder sobre Prevenção ao Câncer de Mama
 

Caderno de Ferramentas sobre Diversidade

​Desenvolvemos e compartilhamos ideias que contribuem para a promoção do respeito à diversidade nas empresas, como propostas de exercícios de grupo e práticas institucionais. Conheça:
 

Promoção do Respeito à Diversidade nas Empresas: Caderno de Ferramentas

 

Indicadores de diversidade​

Confira o percentual de mulheres e homens em cargos de gerência nas nossas empresas:

Alta gerência%
Mulheres22%
Homens78%
Total100%

 

Gerência júnior%
Mulheres21%
Homens79%
Total100%

 

Gêrencia em funções geradoras de receita%
Mulheres10%
Homens90%
Total100%



Uniões Estáveis Homoafetivas

​Desde outubro de 2007, permitimos que empregados(as) incluam seus companheiros(as), oriundos(as) de uniões estáveis homoafetivas, como dependentes no plano de saúde. Esse reconhecimento vem ao encontro dos valores que disseminamos que garantem tratamento equânime, repudiando quaisquer manifestações de preconceito.​​​


 

VEJA TAMBÉM